Pular para o conteúdo principal

#52 – 3º Desafio Turma do Pedal/Cross Run

E hoje a prova foi de trilha!



O Desafio Turma do Pedal / Cross Run é organizado pelo Walbério Lima, um desses caras que gosta de esporte e mesmo tendo um trabalho monstro, demonstra sempre uma satisfação na organização dos eventos. O Desafio é composto por prova de bike e Cross Run, independentes uma da outra. Esta ano os ciclistas competiram no sábado e os corredores no domingo.

Para o Cross Run, as inscrições custavam R$ 50,00 e podiam ser feitas pela internet ou em alguns estabelecimentos da cidade. Fiz minha inscrição via assessoria.

As distâncias anunciadas inicialmente seriam de 5km, 10km e 21km, mas depois, com a definição do percurso, seriam de 6km, 12km e 18km, uma vez que o circuito montado no Parque de Exposições de Sobral teria um pouquinho mais de 6km de extensão.
Treino de reconhecimento. Sábado, 17/11/2018.

Uma semana antes, a Sprint marcou o treino no Parque de Exposições para reconhecimento do terreno. Lá, o Walbério estava presente dando todo o apoio. Fizemos apenas uma volta e depois fomos completar o treino no asfalto, mas deu pra perceber que a brincadeira seria séria e diferente da prova do ano passado. A edição de 2018 estava mais para Trail do que Cross.

A maior parte do caminho era bem estreita, sendo inviáveis as ultrapassagens. Mato, poeira e piso irregular, o que exige bastante da musculatura.
Treino de reconhecimento. Sábado, 17/11/2018.

Ao longo da semana, tudo normal em termos de treino, mas muito pesada em termos de trabalho. Nem consegui ir pra academia direito, nem treinei no sábado. Estava tão atarefado que pedi ao Robertson para pegar meu kit (composto por sacolinha, camisa (que lembra bastante um abadá), viseira e número de peito com chip).



No domingo, carona com a Camilla Lopes e 5h40 estávamos no local. Galera corredora de sempre, alongamento, aquecimento, fotos e as 6h05 largamos com aquele solzinho maroto de novembro. Como no sábado aconteceu no mesmo circuito a prova das bikes, as trilhas estavam mais fundas, o que dificultou mais uns 5%.



A cada 2km, água geladinha. Caminho bem sinalizado e primeira volta concluída em 41 minutos. Ritmo bem lento, mas realmente eu estava segurando para aguentar as três voltas.

Na segunda volta, a quantidade de corredores diminuiu bastante. Fomos Jailson, Patrícia e eu. Novamente completamos em cerca de 41, 42 minutos, mas estava me sentindo melhor do que na primeira volta. Água continuava geladíssima e o pessoal do apoio sempre gentil.



Apesar de ter treinado no sábado, Jailson encarou a terceira volta. Encontramos o professor Wladir e haja vídeo para completamos as três voltas, cerca de 18.5km, em 2h04min.



Só o resto! Adutor doeu de novo, musculatura bem sofrida e o resto do domingo em modo de economia de bateria.

Prova muito boa, “técnica” como disseram os mais rodados, difícil, porém bem organizada e com atmosfera legal. Só achei que poderia ter uma maior adesão por parte dos corredores, afinal o preço estava acessível e era uma prova com estilo diferente das demais.

A hidratação estava perfeita e o lanche estava a disposição ao longo de toda a prova. No entanto, não vi ambulância. No sábado, segundo relato dos que estavam no dia anterior, havia ambulância, mas no domingo, se tinha, não vi.

Agora é continuar os treinos para fechar o ano assim como começou: com prova pancada. Desafio Sobral x Meruoca – 24km.

Resumo da prova:

Kit: número de peito com chip, camisa, viseira e sacolinha. Inscrições (para o Cross Run) ao custo de 50 reais.
Balizamento: Prova dentro do mato. Sinalização com fitas, panos, etc. Muito boa.
Ambulância: Não vi.
Hidratação: Excelente. A cada 2km e sempre bem gelada.
Lanche pós-prova: Banana, Melancia e Abacaxi. À disposição ao longo de toda a prova. A cada volta podíamos fazer uma paradinha.
Medalha: “Metal”, lembrando o Arco de Nossa Senhora.
Premiação: Troféu do 1º ao 5º.

Mais alguns registros


Antes da prova. Jailson (esq.), eu e Robertson.

Com o chefe Celso (esq.), eu, Robertson e Jailson.


Ouvindo o Walbério passar as últimas orientações antes da largada.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

#42 – II Meia Maratona de Sobral

Metade do ano já se foi e só agora conquistei minha segunda medalha… E foi bem conquistada 😀 Parece que Sobral, definitivamente, tem um calendário de provas. Salvo engano esta foi a quarta prova em 2018 e confirmadas já estão pelo menos mais sete! A de ontem foi a nova queridinha dos corredores sobralenses: a Meia Maratona de Sobral – MMS, em sua segunda edição. Assim como em 2017 , ótimo custo benefício – inscrições entre 30 e 50 reais – e excelente premiação: mais de 36 mil reais. Prêmio em dinheiro, medalha e troféu para os três primeiros em cada distância (masculino e feminino), premiação por categoria, premiação especial para quem reside em Sobral, premiação para cadeirantes e paratletas. Tudo pago na hora. Chegou, ganhou. A divulgação começou um pouco mais cedo que em 2017 e me pareceu melhor: rádio, comercial naquelas TVs de shopping e supermercado, Facebook da prefeitura… No entanto, parece que os corredores demoraram um pouco para se empolgar com o evento. As inscriçõe

#58 – Corrida de 3 anos da Sprint Training

Hoje teve mais uma corridinha em Sobral. Em comemoração ao seu terceiro ano, a Sprint organizou uma corrida festiva nas distâncias de 3km, 5km e 10km. Inscrições custando 50 reais feitas diretamente com os professores da assessoria. Fiz a minha quase no final do prazo… Pensei no bolo de aniversário do ano passado, que tava muito gostoso, e resolvi ir. Kit retirado na noite da sexta-feira, oportunidade para conversar sobre os 100k completados na semana anterior pelo nosso treinador Celso Trindade. Também peguei os kits de duas vizinhas corredoras, Camilla e Lara. No dia seguinte, aproveitando que o sol está nascendo mais cedo nessa época do ano, saímos do nosso distrito às 4h30. Como sábado é dia de longão e a maior distância na corrida seria 10k, resolvemos ir já correndo, para totalizar algo entre 16k e 17k ao final. Abafado muito! Cesário (esq.), Alexandre e eu. Chegamos ao ponto de largada – Arco de Nossa Senhora – por volta das 5h20. Encontramos o povo da assesso

1ª Sprint Kids

Dentro do agitado calendário de corridas em Sobral e também em comemoração ao Dia da Criança, a assessoria Sprint Training organizou uma “corrida de pivetes”, a 1ª Sprint Kids. A divulgação se deu através de redes sociais e as inscrições custaram 30 reais, feitas diretamente com o prof. Wladir. Podiam participar atletinhas de 2 a 13 anos e, claro, os daqui de casa não iam ficar de fora… Na noite de sexta, dia 11 de outubro os kits foram entregues no point da Sprint no Centro de Convenções. Anderson e Wladir estavam lá e retirei sem problemas. No sábado o evento começaria às 6h30. Acordamos as 5h e as 6h10 estávamos na ótima pista de atletismo da Vila Olímpica de Sobral, onde o papai treina algumas vezes. Aliás, a Vila está com a reforma da piscina em andamento e a construção de uma quadra. Céu limpo. Sem uma nuvem sequer. A organização fazia os últimos ajustes na decoração do ambiente. O pessoal dos pula-pulas demorou a chegar – o que acabou atrasando o início do evento – e