Pular para o conteúdo principal

#32 – 1ª Corrida de Rua – Aniversário de 20 anos da Guarda Civil Municipal de Sobral

Depois de três meses, corrida. Depois de quatro meses, medalha.

Não que eu tenha parado de correr, mas como a maioria das corridas é em Fortaleza, e no momento a logística está complicada, estou apenas treinando (quando a gripe deixa). Eu até deveria ter ido para a meia da Pague Menos, mas não deu…





Sobre esta corrida, ela foi um tanto quanto “misteriosa”. Recebi uma imagem por WhatsApp da amiga Ana Hilda e só na semana da corrida vi algo pelo Facebook. Corrida de 5km em comemoração aos 20 anos da Guarda Civíl Municipal de Sobral. Inscrição ao custo apenas de 1kg de alimento. Na imagem estavam os pontos de inscrição.

Fiz a minha na Sobral Bike, do amigo e também corredor Alexandre. Espalhei a notícia e avisei a quem pude. No sábado, dia 1 de julho, retornei à Sobral Bike para pegar o kit, que se resumia apenas à camisa. Nada de chip nem número de peito. Conversamos um pouco e o Alexandre falou que o plano era terminar em menos de 25′. Eu, em menos de 30′.

No restante do sábado, nada de especial. Apenas cansaço nas pernas devido a um exercício na academia que só pode ter sido inventado pelo Temer, digo, pelo capeta, chamado stiff. Eu estava andando tal qual o Zé Bonitinho, de tanto que as pernas bambeavam. Mas, corrida em casa, não dá pra perder…

A largada estava marcada para as 6h nas Moradas da Boa Vizinhança, com concentração em frente ao Rancho Flash, um conhecido restaurante aqui em Sobral. Saí de casa 5h10min e fui observando a Princesa (que na quarta-feira completa 244 anos). Silêncio que era quebrado por um ou outro carro e deserto que era desfeito por um ou outro corredor solitário. Alguns, até, estavam indo para o local da largada já correndo. É lindo demais ver a aurora.

Ao chegar, por volta de 5h30, vi o pessoal da Sprint Trainning já realizando o aquecimento. O Neto me viu e me orientou a deixar o carro no estacionamento do Restaurante, que estava à disposição.

Falei com alguns amigos e colegas e fui para o meu aquecimento. Dez minutos de corrida leve, alongamento, mais 5 minutos de corrida moderada e mais 5 minutos de tiros. Nesse período, passa por mim um corredor com cara de corredor mesmo. “Poxa cara, correr com dor de barriga é de lascar”. Obviamente eu concordei, pois sofro com isso todo santo dia, e disse a ele que não se preocupasse que daria tudo certo. Mas se eu tivesse dito que ele tava lascado e ia parar na metade, acho que ele teria a mesma reação. Só apertou o passo e foi embora.

Para finalizar o aquecimento, uma rapadurinha com um copo d’água doado pelo meu amigo Celso.

A direção da prova avisa que a largada será uns 400 metros atrás da concentração. Assim, uma volta na avenida principal do bairro e mais estes 400m fechariam os 5km. No trajeto encontrei com vários outros colegas das pistas e mais à frente a parceira de treinos, Camilla, que trazia seu cunhado para participar.

Foto: Alexandre Frota / Arretado.Com
Ao chegar no ponto de largada, encontrei o Felipe.

Instruções básicas e, no grito, foi dada a largada.

Foto: Alexandre Frota / Arretado.Com
O percurso era simples e eu conhecia dos treinos. Uma avenida com extensão de 2.3km. Era ir, voltar e correr mais 400m até o ponto de chegada. Desta forma, é possível ver quem está a sua frente e, depois do retorno, quem vem atrás. Advinha quem foi o primeiro que passou do outro lado da avenida? Justamente o rapaz da dor de barriga… Pena que comigo não funciona do mesmo jeito.

Eu adotei, de novo, a tática de mirar em algumas pessoas e ver se dava para passar. Quando passava, mirava outra e assim fui. Estava me sentindo bem, mas com medo de ter uma lesão na coxa.

Foto: Alexandre Frota / Arretado.Com
Ao completar 3km de prova passei por um corredor que estava usando aplicativo de celular e ouvi a moça do GPS dizendo a distância percorrida. Olhei pro meu relógio e vi que tinham se passado 16’35”. Pace médio de 5’30”. Nada mal.

No quilômetro final encontrei o Elder Escóssio e fomos conversando um pouco (eu conversando num pace de 5’30”. Extraordinário!). Ao passarmos pelo ponto do qual largamos, resolvi dar um sprint. Se estourasse alguma coisa, dava para ir andando. Mas deu tudo certo, não estourou coisa alguma e até agora estou me sentindo ótimo. Prova completada em 28’05”.

Foto: Alexandre Frota / Arretado.Com




Logo em seguida encontrei o Alexandre que tinha feito em 24′.

Pódio masculino. Foto: Alexandre Frota / Arretado.Com.
E o vencedor da prova na categoria masculino, advinha quem foi? A Camilla ficou em terceiro no feminino.

Pódio feminino. Foto: Alexandre Frota / Arretado.Com.

Depois da corrida é hora de tesourar quem foi e quem não foi, com o auxilio do Felipe Pereira. Foto: Alexandre Frota / Arretado.Com.
Avaliando a corrida, considero que foi excelente. Isso movimenta as pessoas da cidade e vai motivando quem está ali só acompanhando. As fotos, depois, podem despertar o interesse de quem não esteve lá. Eu sou totalmente a favor de mais eventos como este em nossa Sobral – ainda mais quando a corrida é promovida por uma instituição representativa na cidade, como é a Guarda Municipal – pois aqui tem muita gente praticando este esporte.

Trajeto simples, seguro, com espaço para estacionamento, bem balizado e bem registrado (fotograficamente falando). Mais uma vez o pessoal do site Arretado.Com esteve lá fazendo uma excelente cobertura com o Alexandre Frota. Salvo engano, havia um fotógrafo da prefeitura também. Tinha até drone! Se bem que alguns diziam que era para multar… Deve ser brincadeira… Né!?

Além da camisa, houve medalha para os 250 primeiros. Para uma corrida sem taxa de inscrição!

No entanto, ao meu ver, houve um pecado grave: não havia hidratação ao longo do percurso. Não falo nem tanto por mim, pois consigo sobreviver a 5km sem água. Mas quem está começando, ou não está habituado à distâncias maiores, pode sofrer e muito. E olhe que no final tinha bastante fruta (melancia, pêra, banana) e água.

Espero que esta e outras corridas aconteçam mais vezes em Sobral. Aliás, tem uma marcada: I Meia Maratona de Sobral, em 22 de julho. Num sábado à noite. Já estou inscrito e espero que a Marcele espere eu correr esta :D.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

#42 – II Meia Maratona de Sobral

Metade do ano já se foi e só agora conquistei minha segunda medalha… E foi bem conquistada 😀 Parece que Sobral, definitivamente, tem um calendário de provas. Salvo engano esta foi a quarta prova em 2018 e confirmadas já estão pelo menos mais sete! A de ontem foi a nova queridinha dos corredores sobralenses: a Meia Maratona de Sobral – MMS, em sua segunda edição. Assim como em 2017 , ótimo custo benefício – inscrições entre 30 e 50 reais – e excelente premiação: mais de 36 mil reais. Prêmio em dinheiro, medalha e troféu para os três primeiros em cada distância (masculino e feminino), premiação por categoria, premiação especial para quem reside em Sobral, premiação para cadeirantes e paratletas. Tudo pago na hora. Chegou, ganhou. A divulgação começou um pouco mais cedo que em 2017 e me pareceu melhor: rádio, comercial naquelas TVs de shopping e supermercado, Facebook da prefeitura… No entanto, parece que os corredores demoraram um pouco para se empolgar com o evento. As inscriçõe

#58 – Corrida de 3 anos da Sprint Training

Hoje teve mais uma corridinha em Sobral. Em comemoração ao seu terceiro ano, a Sprint organizou uma corrida festiva nas distâncias de 3km, 5km e 10km. Inscrições custando 50 reais feitas diretamente com os professores da assessoria. Fiz a minha quase no final do prazo… Pensei no bolo de aniversário do ano passado, que tava muito gostoso, e resolvi ir. Kit retirado na noite da sexta-feira, oportunidade para conversar sobre os 100k completados na semana anterior pelo nosso treinador Celso Trindade. Também peguei os kits de duas vizinhas corredoras, Camilla e Lara. No dia seguinte, aproveitando que o sol está nascendo mais cedo nessa época do ano, saímos do nosso distrito às 4h30. Como sábado é dia de longão e a maior distância na corrida seria 10k, resolvemos ir já correndo, para totalizar algo entre 16k e 17k ao final. Abafado muito! Cesário (esq.), Alexandre e eu. Chegamos ao ponto de largada – Arco de Nossa Senhora – por volta das 5h20. Encontramos o povo da assesso

1ª Sprint Kids

Dentro do agitado calendário de corridas em Sobral e também em comemoração ao Dia da Criança, a assessoria Sprint Training organizou uma “corrida de pivetes”, a 1ª Sprint Kids. A divulgação se deu através de redes sociais e as inscrições custaram 30 reais, feitas diretamente com o prof. Wladir. Podiam participar atletinhas de 2 a 13 anos e, claro, os daqui de casa não iam ficar de fora… Na noite de sexta, dia 11 de outubro os kits foram entregues no point da Sprint no Centro de Convenções. Anderson e Wladir estavam lá e retirei sem problemas. No sábado o evento começaria às 6h30. Acordamos as 5h e as 6h10 estávamos na ótima pista de atletismo da Vila Olímpica de Sobral, onde o papai treina algumas vezes. Aliás, a Vila está com a reforma da piscina em andamento e a construção de uma quadra. Céu limpo. Sem uma nuvem sequer. A organização fazia os últimos ajustes na decoração do ambiente. O pessoal dos pula-pulas demorou a chegar – o que acabou atrasando o início do evento – e