Pular para o conteúdo principal

Fim de temporada

Eu nem sabia, mas dia 21 de dezembro é o dia nacional do Atleta. Pelo que andei lendo, a data foi instituída no governo Jânio Quadros, ainda na década de 1960.

O termo “Atleta” surgiu para denominar aqueles que praticavam atletismo (corrida, lançamentos, saltos) e depois estendeu-se aos praticantes de luta, na Grécia antiga. Hoje, parece ser um termo mais usado para àqueles que são profissionais. No entanto – como o Brasil é interessante – existe o dia do Atleta Profissional, celebrado em 10 de fevereiro. Portanto, nós amadores, não remunerados e simples mortais, podemos pegar esse bonde e comemorar nesse dia.

Pensando assim, para celebrar a data, decidi fazer uma última corridinha em 2015 no final da tarde desta segunda-feira, 21 de dezembro. Sai meio sem rumo. Era só para desopilar mesmo. Inicialmente pensei em fazer um trajeto que já havia feito antes, que daria algo em torno de 12 km. Mas ai, já comecei indo para outro lado – não me pergunte o motivo. Ai, fui indo, indo, voltando e indo por outros caminhos, e lembrei de uma meta que tinha cadastrado no Runkeeper: fazer uma corrida de 15km. Quer saber? Vamos lá!

Resolvi misturar uns trajetos e tinha uma ideia de que no final chegaria a mais de 15km. Decidi passar pelos pontos de Sobral onde as pessoas mais praticam caminhada ao ar livre: Av. Cleto Ferreira Ponte, Parque da Cidade, Lagoa da Fazenda, Arco, Praça do Bosque… Faltou a Margem Esquerda, mas como só passaria lá quando a noite já tivesse caído, fiquei reticente. Não andam dizendo boas coisas sobre o local, infelizmente.


aDSC_1113Av. Mãe Rainha, início do percurso. Hoje, já está asfaltada.
aDSC_1117Av. Cleto Ferreira da Ponte.
aDSC_0421Lagoa da Fazenda, próximo à UVA.

Experiência muito boa. Serviu de retrospectiva. Pensar em tudo que eu havia feito em 2015, no que eu poderia manter, acrescentar, mudar para 2016. Lógico que normalmente já faço esse exercício, de pensar na vida. Mas, o ser humano é meio abestado: quando você faz algo que coloca antes o “última”, ai pronto. Vira algo quase épico.

No final das contas, apesar de ter levado menos água do que o necessário, resisti bravamente os 16km. Os joelhos voltaram a doer, mas a dor diminuiu bastante antes do amanhecer (elas duravam alguns dias). Agora, sim. Só em 2016. Eventualmente uma pedalada com o Tobie, mas corridinha de rua só em 2016. Provas de 15km e 21km serão os novos desafios. Planilhas mais ou menos definidas e o professor Nobre, Chaguinha Nobre, já prometeu um plano de trabalho mais específico de musculação para o ano vindouro.

Que venha o descanso para as pernas!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

#42 – II Meia Maratona de Sobral

Metade do ano já se foi e só agora conquistei minha segunda medalha… E foi bem conquistada 😀 Parece que Sobral, definitivamente, tem um calendário de provas. Salvo engano esta foi a quarta prova em 2018 e confirmadas já estão pelo menos mais sete! A de ontem foi a nova queridinha dos corredores sobralenses: a Meia Maratona de Sobral – MMS, em sua segunda edição. Assim como em 2017 , ótimo custo benefício – inscrições entre 30 e 50 reais – e excelente premiação: mais de 36 mil reais. Prêmio em dinheiro, medalha e troféu para os três primeiros em cada distância (masculino e feminino), premiação por categoria, premiação especial para quem reside em Sobral, premiação para cadeirantes e paratletas. Tudo pago na hora. Chegou, ganhou. A divulgação começou um pouco mais cedo que em 2017 e me pareceu melhor: rádio, comercial naquelas TVs de shopping e supermercado, Facebook da prefeitura… No entanto, parece que os corredores demoraram um pouco para se empolgar com o evento. As inscriçõe

#58 – Corrida de 3 anos da Sprint Training

Hoje teve mais uma corridinha em Sobral. Em comemoração ao seu terceiro ano, a Sprint organizou uma corrida festiva nas distâncias de 3km, 5km e 10km. Inscrições custando 50 reais feitas diretamente com os professores da assessoria. Fiz a minha quase no final do prazo… Pensei no bolo de aniversário do ano passado, que tava muito gostoso, e resolvi ir. Kit retirado na noite da sexta-feira, oportunidade para conversar sobre os 100k completados na semana anterior pelo nosso treinador Celso Trindade. Também peguei os kits de duas vizinhas corredoras, Camilla e Lara. No dia seguinte, aproveitando que o sol está nascendo mais cedo nessa época do ano, saímos do nosso distrito às 4h30. Como sábado é dia de longão e a maior distância na corrida seria 10k, resolvemos ir já correndo, para totalizar algo entre 16k e 17k ao final. Abafado muito! Cesário (esq.), Alexandre e eu. Chegamos ao ponto de largada – Arco de Nossa Senhora – por volta das 5h20. Encontramos o povo da assesso

1ª Sprint Kids

Dentro do agitado calendário de corridas em Sobral e também em comemoração ao Dia da Criança, a assessoria Sprint Training organizou uma “corrida de pivetes”, a 1ª Sprint Kids. A divulgação se deu através de redes sociais e as inscrições custaram 30 reais, feitas diretamente com o prof. Wladir. Podiam participar atletinhas de 2 a 13 anos e, claro, os daqui de casa não iam ficar de fora… Na noite de sexta, dia 11 de outubro os kits foram entregues no point da Sprint no Centro de Convenções. Anderson e Wladir estavam lá e retirei sem problemas. No sábado o evento começaria às 6h30. Acordamos as 5h e as 6h10 estávamos na ótima pista de atletismo da Vila Olímpica de Sobral, onde o papai treina algumas vezes. Aliás, a Vila está com a reforma da piscina em andamento e a construção de uma quadra. Céu limpo. Sem uma nuvem sequer. A organização fazia os últimos ajustes na decoração do ambiente. O pessoal dos pula-pulas demorou a chegar – o que acabou atrasando o início do evento – e