Pular para o conteúdo principal

#19 - 3ª Corrida de Rua WD Fitness

E para fechar o ano, 5km com os amigos e familiares.

Ju (esq.), Ernane, Nádia, Erasmo, Rogério, eu e Mary. Ano que vem tem camisa personalizada.

Em 2014 eu comecei na corrida e, naturalmente, a empolgação tomou conta de mim. Queria correr mais do que qualquer outra coisa. Acho que tanto entusiasmo acabou contaminando um pouco alguns amigos e familiares. Comecei 2015 apenas querendo participar de 12 provas (em 2014 foram cinco) e não imaginei que terminaria o ano com 14 provas na conta e, o melhor de tudo: fechando o ano ao lado de minha irmã, prima, amigos e meu bem, Jujuba.

A corrida foi praticamente no quintal de casa. Casa do tempo de solteiro. Casa que seria do tempo de casado também, não fosse a Princesa do Norte aparecer em nossas vidas.

Faltando uma semana, porém, eu não sabia se poderia participar dessa corrida. Ainda não sabia se estaria em Fortaleza ou Sobral. Se estivesse em Sobral, participaria da 2ª Corrida da Solidariedade. Eu correndo 5 km, Juli pedalando 10 km. Como o risco de estar em Fortaleza aumentava a cada dia, a Ju me surpreendeu com um pedido: "faz minha inscrição na corrida do Conjunto Ceará!?". Ora, um pedido desses é praticamente um pedido de namoro, de casamento. Acho que senti o que ela sentiu quando pedi ela em casamento em 12 de janeiro de 2003, lá na Ponte dos Ingleses (popularmente conhecida como Ponte Metálica, mesmo sendo ela aparentemente de madeira). Inscrição feita na segunda-feira passada, cedinho.

Corrida com a Jujuba. Mais cedo do que eu esperava!
Ela já vinha correndo sem compromisso há algumas semanas. Só pela prática mesmo. Não esperava que ela quisesse já participar de corridas. Mas como nossos amigos aqui estão respirando corrida, acho que ela se empolgou também. Ótimo.

Nesse interstício de uma semana, ela fez um treino de "tiros" na terça e um leve, na quinta. 

Enquanto isso, em Fortaleza, nossos amigos Ernane, Rogério, Erasmo, a prima Nádia e minha irmã Mary já estavam aguardando o domingo. Marcamos no Q.G. da Dona Núbia e saímos a pé mesmo, às 6h em direção ao local da largada. No carro de apoio, Neto, Gleice, Veriane, Arthur e Ester.
O Rogério não está na foto porque se atrasou.
Esta caminhada já serviu de aquecimento. Na verdade, cerca de 1km antes da largada, Erasmo, Ernane e eu fomos trotando. As meninas disseram que iam poupar energia. Mulheres, mulheres...

A prova é organizada pela Academia WD Fitness, que é do ex-jogador do Ceará, Wendel e sua esposa Danúbia. Corrida simples, porém simpática. Kit entregue no ato da inscrição, percurso de 5 km pelas ruas do Conjunto Ceará e premiação para a categoria 60 anos. Pelos números de peito, creio que eram cerca de 300 competidores.

Chegamos uns 10 minutos antes da largada. Algumas fotos, rapadurinha para começar bem disposto e água para os participantes (mesmo sem stand da Indaiá). Ponto para a organização.

Rapadura: combustível!
A largada se deu pontualmente as 7h, em frente a academia. 

Quase que não disparo o cronômetro nem o aplicativo, tamanha minha despreocupação com o tempo hoje. Primeiro pelo fato de ser, para mim, um momento de celebração. Estar com a família e os amigos, comemorando o fato de estarmos com saúde - e buscando ainda mais - é muito legal. Também, depois da prova do último domingo - para a qual criei muitas expectativas com relação ao tempo e acabou sendo muito aquém do que eu esperava - só me restava desencanar desse negócio de relógio.

Depois que largamos, lembrei do cronômetro, mas acionei bem no pórtico. Estou ali, atrás do Rogério, de boné branco. Esqueci até do óculos no rosto! 
Pra começo de conversa uma subidinha em rua de pedra até chegar no asfalto. O circuito era praticamente um retângulo; Av. F, Rua da Delegacia, Av. Central, Av. C e Av. F, sempre dobrando à direita. Foram duas voltas.

Tentei correr do começo ao fim com a Ju, mas logo percebi que ela ia ficar mais a vontade sozinha. Então, fui no meu ritmo mesmo. O percurso já era conhecido pois quando estou em Fortaleza, é parte do trecho que faço. Clima relativamente agradável, trânsito tranquilo e pessoal numa boa energia. Depois da primeira volta, apenas vi a Gleice e a Veriane na concentração de largada fotografando. Lá pelos 20 minutos avistei o Erasmo e o Ernane, um pouco mais atrás. Cheguei e ele já estava com a bateria descarregando. "Borra, Carralo!". Fizemos juntos os 10 minutos finais e terminamos com 30 minutos, cravados. Ao final das duas voltas, exatos 5 km. Pelo menos foi o que a moça do GPS disse.
Ernane e eu na chegada. Cinco quilômetros completados com sucesso!
Já me preparava para voltar e buscar a Ju quando a vi no pórtico. Ela fez uma volta e parou devido as dores. Fez certo. Com dor não se brinca. Mas o importante é que ela começou. Não cruzamos juntos como eu havia planejado, mas foi muito massa estar lá com ela. 

Muito feliz pela Jujuba!
Ao final, muita água, picolé, frutas, sucos e medalhas entregues rapidinho. Depois esperamos pelos sorteios, que seriam após as premiações. Como demorou demais, disseram que fariam o sorteio depois e comunicariam aos vencedores. Tênis e camisas dos times locais.

Ainda encontramos o pessoal que estava na semana anterior no Circuito das Estações: Rosinha, Martinha e Adriana. Válber foi para outra corrida e o Victor estava doente.

Mary (esq.), eu, Rosinha, Martinha e Adriana.
É legal ver como a corrida de rua vem conseguindo mais e mais adeptos. Dessa equipe de dez que correu hoje, acho que só eu e a Martinha já corríamos há um ano. O Válber foi influenciando uns, eu outros, e os outros, outros. Esporte relativamente barato - não é necessário se inscrever em eventos - e de horário variável. Não precisa ser em equipe, não precisa de quadra, de campo, de rede, de traves, etc. E que em 2016 venham mais amigos para praticar esse esporte tão apaixonante.

Agora, mais uma semana de treinos leves e, finalmente, uma folguinha. Desde dezembro de 2014 não fico 7 dias sem treinar. Acho que meu corpo está pedindo. 


Comentários

  1. É isso aí Márcio!
    Muito bom fazer parte dessa história,mesmo que nos bastidores dando apoio moral.
    Parabéns a todos pelo esforço e dedicação. Parabéns principalmente ao meu amor, Ernane, por sua primeira corrida que eu não poderia deixar de prestigiar e que fora completada com sucesso.
    Parabéns também à Juli, que mesmo com as dores, conseguiu completar uma volta. Parabéns a Nádia, que mesmo com todo cansaço conseguiu, ainda que no finaliznho tenha caminhado, completar as duas voltas. Parabéns à Mary, se garantiu e completou as duas voltas correndo, meu orgulho! Parabéns ao Erasmo, que mesmo contundido, completou a prova antes mesmo que o próprio corredor-puxador Márcio o fizesse. E o Rogério, o que dizer do Guinha???? "O cara só corre movido a álcool" - palavras do animador da corrida kkkkkk. Parabéns meu amigo, estou muito orgulhosa de você! Sempre ali mantendo o ritmo conseguiu com sucesso, e o tênis da Veriane rsrsrsrsrs, completar a corrida.
    E o Márcio? Ah, carralo! Parabéns não apenas pela corrida, mas por incentivar essa galera toda, inclusive a mim, mesmo que temporariamente impossibilitada, aa participar de eventos como esse e a ter uma vida mais saudável. Amo muito você, meu amigo cabeção!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

#42 – II Meia Maratona de Sobral

Metade do ano já se foi e só agora conquistei minha segunda medalha… E foi bem conquistada 😀 Parece que Sobral, definitivamente, tem um calendário de provas. Salvo engano esta foi a quarta prova em 2018 e confirmadas já estão pelo menos mais sete! A de ontem foi a nova queridinha dos corredores sobralenses: a Meia Maratona de Sobral – MMS, em sua segunda edição. Assim como em 2017 , ótimo custo benefício – inscrições entre 30 e 50 reais – e excelente premiação: mais de 36 mil reais. Prêmio em dinheiro, medalha e troféu para os três primeiros em cada distância (masculino e feminino), premiação por categoria, premiação especial para quem reside em Sobral, premiação para cadeirantes e paratletas. Tudo pago na hora. Chegou, ganhou. A divulgação começou um pouco mais cedo que em 2017 e me pareceu melhor: rádio, comercial naquelas TVs de shopping e supermercado, Facebook da prefeitura… No entanto, parece que os corredores demoraram um pouco para se empolgar com o evento. As inscriçõe

#58 – Corrida de 3 anos da Sprint Training

Hoje teve mais uma corridinha em Sobral. Em comemoração ao seu terceiro ano, a Sprint organizou uma corrida festiva nas distâncias de 3km, 5km e 10km. Inscrições custando 50 reais feitas diretamente com os professores da assessoria. Fiz a minha quase no final do prazo… Pensei no bolo de aniversário do ano passado, que tava muito gostoso, e resolvi ir. Kit retirado na noite da sexta-feira, oportunidade para conversar sobre os 100k completados na semana anterior pelo nosso treinador Celso Trindade. Também peguei os kits de duas vizinhas corredoras, Camilla e Lara. No dia seguinte, aproveitando que o sol está nascendo mais cedo nessa época do ano, saímos do nosso distrito às 4h30. Como sábado é dia de longão e a maior distância na corrida seria 10k, resolvemos ir já correndo, para totalizar algo entre 16k e 17k ao final. Abafado muito! Cesário (esq.), Alexandre e eu. Chegamos ao ponto de largada – Arco de Nossa Senhora – por volta das 5h20. Encontramos o povo da assesso

1ª Sprint Kids

Dentro do agitado calendário de corridas em Sobral e também em comemoração ao Dia da Criança, a assessoria Sprint Training organizou uma “corrida de pivetes”, a 1ª Sprint Kids. A divulgação se deu através de redes sociais e as inscrições custaram 30 reais, feitas diretamente com o prof. Wladir. Podiam participar atletinhas de 2 a 13 anos e, claro, os daqui de casa não iam ficar de fora… Na noite de sexta, dia 11 de outubro os kits foram entregues no point da Sprint no Centro de Convenções. Anderson e Wladir estavam lá e retirei sem problemas. No sábado o evento começaria às 6h30. Acordamos as 5h e as 6h10 estávamos na ótima pista de atletismo da Vila Olímpica de Sobral, onde o papai treina algumas vezes. Aliás, a Vila está com a reforma da piscina em andamento e a construção de uma quadra. Céu limpo. Sem uma nuvem sequer. A organização fazia os últimos ajustes na decoração do ambiente. O pessoal dos pula-pulas demorou a chegar – o que acabou atrasando o início do evento – e